quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Mais um ano se vai

Eu não estou disposta a aposentar esse canto... mesmo não sendo mais visitada, eu pretendo dar continuidade. Assim q eu conseguir internet em casa eu volto a registrar a minha vida aqui.
O ano está se findando e com ele ficará pra trás tanta dor e sofrimento.
Estou cheia de esperanças pra esse novo ano. Eu sinto q será muito diferente, q será muuuito melhor e cheio de felicidade.
E eu desejo q todos tenham isso no novo ano: paz, amor, saúde e alegrias!!!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Não sou perfeita

Eu ando tão arrasada com essa falta de gravidez, q nem tenho coragem de postar aqui.
Eu sei q é chato demais ler lamentações, mas eu preciso desabafar. Está sendo difícil essa espera... já são 4 meses de tentativas e nada. Será a ansiedade atrapalhando ou eu tenho algum problema???
Segundo o gineco tá tudo em ordem, tudo pronto pra conceber... então... por que não acontece???
Eu estava me sentindo um bixo por ficar tão baixo astral, por evitar o assunto gravidez... mas aí comecei a visitar alguns blogs de tentantes e vi q é perfeitamente normal sentir tudo isso. Só não posso perder a fé.
O meu Deus eu não abandono! Mas confesso q está difícil demais confiar q conseguirei ser mãe. Estou fazendo de tudo pra isso não afetar meu casamento. Ultimamente nem vontade de treinar eu tenho sentido. Aliás estou chegando num ponto q pouco importa se estou no período fértil ou não.

Ontem fui na igreja e a palavra foi pra mim. Ela falava de perseverança! Ser persistente... é isso q preciso ser. Agora me diga, como faço para resgatar a confiança?
O louvor foi maravilhoso! Me senti em paz! Porém, quando fui pra casa percebi q meu marido trocou a ida a igreja pra ir na casa de amigos. Isso me magoou tanto... eu pedi pra q ele fosse comigo, eu quero a companhia dele, q ele busque comigo a palavra de Deus. Eu não sei mais como agir... não sei como toca-lo de modo q ele perceba q é maravilhoso estar na presença de Deus... me sinto perdida...

Mas sei q isso vai passar... Deus vai me resgatar.

Manancial
Diante do Trono
Composição: Ana Paula Valadão Bessa e André Valadão

Senhor, estou aqui para Te adorar
Em Tua presença desejo estar
Eu sei que nada sou
Mas vim me humilhar
Preciso de Ti
Vem me restaurar

Eu quero ser
Como um jardim fechado
Regado e cuidado
Pelo Teu Espírito
Flua em mim
Como um manancial
Do meu interior
Com águas vivas
Restaura o meu ser
Para o Teu louvor

Eu te farei como um jardim fechado
Regado e cuidado
Pelo Meu Espírito
Eu fluirei
Como um manancial
Do teu interior
Com águas vivas
Te restaurarei
Para o Meu louvor

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

To esquisita

É, tenho q adimitir: to esquisita!
Eu penso q seja pela menstruação q está pra chegar, ou seja, to de tpm!
Eu estava até estranhando o fato de não estar a ponto de morder um, porém hj acordei um tiquinho tristinha, e sem motivo para tal.
Eu to pedindo a Deus uma menstruação tranquila, sem depre... to de saco cheio disso. Afinal, menstruar é sinal de saúde, de q as coisas estão bem. Eu quero engravidar, porém preciso aprender a esperar o tempo de Deus. Caramba! É difícil demaaaais me controlar! kkkkk Mas um dia eu chego lá.

Há dias estou com o hino Recomeçar, cantado pela Aline Barros, em minha cabeça. Talves seja porque estou me agarrando a minha fé, e porque estou frequentando um grupo de oraçães da Igreja Batista: Quinta-feira com propósito! Serão sete quintas-feiras de muita oração, com direito a pulseirinha q só será retirada de nossos braços na ultima quinta, e q tem a seguinte inscrição: Vida Vitoriosa.
É assim q me vejo, como uma vitoriosa. Já superei tanta coisa... e eu sei q vou receber essa benção da maternidade!
Com fé em Deus.


Recomeçar
Aline Barros
Composição: Aline Barros

Pai,
Tá difícil manter o caminho,
Tenho andado em meio a espinhos,
Nem sempre é tão fácil acertar.

Pai,
Emoções descalçam os meus pés,
Me roubando em meio a cordéis,
Me enlaçam em minhas fraquezas.

Pai,
Eu nem sei o que te falar,
Mas, eu quero recomeçar,
Me ajuda neste instante.

Preciso da tua mão,
Vem me levantar,
Faz-me teu servo Senhor,
Me livra do mal.
Quero sentir o teu sangue curar-me.
Agora meu Senhor,
Vem restaurar-me.

Pai,
Tá difícil manter o caminho,
Tenho andado em meio a espinhos,
Nem sempre é tão fácil acertar.

Pai,
Eu nem sei o que te falar,
Mas, eu quero recomeçar,
Me ajuda neste instante.

Preciso da tua mão,
Vem me levantar,
Faz-me teu servo Senhor,
Me livra do mal.
Quero sentir o teu sangue curar-me.
Agora meu Senhor,
Vem restaurar-me.

Agora meu Senhor,
Vem restaurar-me...

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

De volta

Estou a tanto tempo sem postar q nem sei por onde começo...
O momento delicado passou, graças a Deus. Marido e eu estamos bem, nos entendendo melhor e muito apaixonados um pelo outro. Acredito q as dificuldades vem pra nos ajudar a amadurecer.
Passei uns dias deprimida, também, por conta da quantidade de grávidas q surgiu no meu círculo de amizades. Não pensei q fosse ficar assim, tão triste, tão decepcionada comigo mesma, me culpando... foi horrível! Me senti um monstro por não ficar extremamente feliz por todas. O problema piorou porque as descobertas foram no meu período menstrual, e isso me fez sentir um fracasso enorme! Eu preciso, urgentemente, aprender a lidar com o ato de menstruar. Acredito q esse mês seja melhor porque parece q a cegonha deu uma trégua, hehehehe.
Estou pedindo muito a Deus pra transformar minha vida e me ajudar a ver melhor esse momento q passo. Esse mês, pra ser mais exata essa semana, seria o nascimento do meu anjo. Até meu marido deprimiu, tadinho! Mas aí Deus me ajudou a não sentir tanto, a viver um dia de cada vez. Eu sei q minha hora chegará, e eu serei a mulher mais feliz desse mundo!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Esperança... não me deixe...

Esperança
Diante do Trono
Composição: Ana Paula Valadão

Quando estou só
E o choro parece querer chegar
E um sentimento de temor
Como será o amanhã que eu não vejo
E quer me assustar?
Oh, meu Deus! Ajuda-me a confiar

Quando os sonhos se frustram
Ou parecem não se realizar
Quando as forças se acabam
Tudo o que eu sei é Te adorar

Quando as feridas
Do meu coração não querem sarar
E me atrapalham a visão
Tuas promessas são tão grandes
E as lutas querem me esmagar
Oh, meu Deus! Ajuda-me a avançar

Quando os sonhos se frustram
Ou parecem não se realizar
Quando as forças se acabam
Tudo o que eu sei é Te adorar

Tua presença me aquieta a alma
E me faz ninar
Como um bebê que não precisa se preocupar
A minha vida escondida em tuas mãos está
Oh, meu Deus! Em Ti eu posso descansar

A esperança renasce
E a certeza de que perto estás
Tua paz me invade
Pois tudo o que sei é Te adorar

É Te adorar...



Ausencia por estar passando por um momento delicado. Não convém falar, afinal tristeza não deve ser passada adiante...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Sem criatividade

Eu fiquei tão chateada por ter menstruado esse mês, q junto com o sangue foi a minha criatividade e coragem de escrever.
Eu to bem, vivendo um dia de cada vez. Tentando não pensar muito nos meus dias férteis e provaveis datas de nascimento. Tá difícil, mas preciso ser perseverante pra minha própria sanidade...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Desanimada...

Eu sumi porque estou bastante chateada.
Não pensei q menstruar fosse me deixar tão arrasada! To me sentindo muito mal com isso.
Pra ajudar, tem aparecido tantas amigas grávidas, e aí me vi perguntando: por que eu não?
Me senti injusta comigo e com elas q estão tão felizes. Me sinto envergonhada também por me sentir tão mal. Me peguei torcendo pra q os dias passem logo e eu volte a me animar. Chorei muito. E ouvi muitas palvras amigas e de encorajamento.
Ter amigos e família é bom demais.

Apesar de tudo, não perdi minha fé. Tenho orado muito e sei q Deus me ouvirá e me concederá essa benção.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Oração

Oração da Mãe que Espera um Filho

Eu Vos glorifico, Pai celeste, Deus criador, porque fizestes em mim grandes coisas e vai nascer de mim um filho, fruto de um amor que abençoastes. Jesus, Filho de Deus, que me permitistes adorar-Vos pequenino no presépio, eu Vos ofereço meu filhinho, Vosso irmão. Enriquecei-o com belos dons da natureza e da graça. Que na terra seja ele nossa alegria, e na eternidade, Vossa glória! Espírito Santo, cobri-me com Vossa sombra durante estes benditos meses de espera, a fim de que nada possa acontecer de mau ao meu filhinho e que sua alma esteja pronta a tornar-se Vosso santuário pelo batismo.
E Vós, Maria, Rainha das mães, assisti-me, vos peço, na hora do nascimento do meu filho. Aceito, desde já, todos os sofrimentos que vierem e peço-vos que os ofereçais a Deus por meu filho.
Meu santo anjo da guarda, santo anjo da guarda do meu filho, velai sobre nós dois.
Amém.


Parabéns Aline!!! Q Deus abençoe grandemente essa nova vida q está crescendo em seu ventre!

Amo vcs!!!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Sem criatividade

Há dias estou sem coragem pra escrever...
Deve ser a tpm q anda me rondando...
Sem contar q nem tenho muita novidade pra contar...
Só o nascimento da minha afilhada Laura q será hoje às 13:00h (local). To ansiosa pra conhece-la!

Quem sabe eu melhoro e volto pra escrever...

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Retorno e o resultado

Hoje, finalmente, consegui voltar no médico. Meus exames estão normais, graças a Deus. Só o preventivo deu uma alteração, mas não se sabe o por que... segundo o médico pode ser por causa do aborto q sofri ou é uma lesão muito no início.
Quanto a engravidar, ele aconselhou esperar pra ver se tenho mesmo lesão ou não, mas q isso não me impede de ser mãe. Ou seja, posso tratar depois da gravidez. O q pode acontecer é a lesão aumentar, mas isso não significa q não será tratável. Então, está nas minhas mãos.
Fora isso tá tudo perfeito! Ele ficou impressionado com meu útero: está funcionando a pleno vapor e ficou feliz por ver q não é bicorno. E aí me disse algo q mexeu comigo... provavelmente minha gravidez era gemelar... segundo ele é muuuito comum os médicos confundirem gravidez gemelar com útero bicorno.
Diante disso decidi não sofrer, afinal não dá pra ter certeza, e outra, já foi!
Agora é pensar no futuro e ser feliz!

Falando nisso, completamos 7 meses de casados ontem. Estamos muito felizes! E cada dia q passa percebo o quanto amo meu marido!

Obrigada Senhor por me conceder essa benção de viver um casamento feliz, desafios sempre haverá, mas confio em Ti, meu Deus! Só peço sua proteção divina para afastar os sentimentos ruins q surge nos corações dos invejosos.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Dia esquisito

Pela manhã eu estava muito bem, mas no decorrer do dia me bateu um desanimo....
Não sei se foram as notícias de tragédia q me chegaram ao ouvido, ou se foi a constatação de q uma amiga tem inveja da minha pessoa, o clima quente demais... ou tudo junto... sei lá...
Só sei q estou meio borocoxô hj...

Quando melhorar eu volto...

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

O dia q deu tudo errado

Sabe aquele dia em q tudo resolve dar errado? Então, ontem foi um dia desses.
Começou com a consulta perdida porque confundi as datas, e encerrou com as aulas de direção marcadas em horário errado. Como trabalho em horário corrido, 6 horas diárias, eu pedi q as aulas fossem no período da tarde. Mas a moça entendeu errado e marcou para de manhã.
Fiquei frustrada. Marquei, então, as aulas para a próxima semana.
O mais interessante disso foi o fato de não ter estragado meu humor.
Graças a Deus por isso!

Em compensação, a aula de hidro foi maravilhosa! Tenho me sentido bem melhor com essas atividades. Acho q minha vida está entrando nos eixos novamente. Até minha relação com o marido está melhor. Não á mais brigas, voltei a sentir o carinho enorme q sentia antes de toda a turbulencia q passamos.
Acredito q foi uma provação. E isso nos tornou mais fortes, mais próximos.

Obrigada, Senhor!!!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Retorno perdido e aula de direção

E aí q me confundi nas datas e perdi o retorno com o médico! Puuuuuuuuuuutz q nervoso!
Pra ajudar, li o resultado do preventivo e deu um resultado esquisito: células epiteliais escamadas não identificadas.
Aí fiquei neurótica. O q seria isso? Parti pra internet e vi muitas respostas... algumas dizem q é uma pequena lesão e q o exame deve ser repetido dentro de um ano... mas aí decidi não me esquentar com isso. Consegui remarcar o retorno pro dia 21 e seja o q Deus quiser. Acredito q não seja nada grave. Não acusou fungos e nem bactérias, de repente está tudo bem...

Hoje começo minhas aulas de direção. To preocupada... morro de medo de dirigir! Só de pensar eu começo a suar frio. Mas vou encarar porque é uma necessidade. Caso eu consiga engravidar, terei q aposentar a moto.
Meu marido disse q só acredita vendo! E eu to pensando a mesma coisa! kkkkkkk

Q Deus me ajude!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Mais um dia feliz

Tu És o Motivo
Diante do Trono

Tu és o motivo
Tu és a razão
Tu és o sentido
És a direção

Tu és o princípio
O meio e o fim
Tu és o caminho
O destino para mim

(Refrão)
Senhor, meu coração
Bate pela tua presença
O meu vazio só é preenchido
Pela tua perfeição

Perdão, pois tantas vezes procuro em vão
O que só encontro em ti


Acordei com esse hino na cabeça.
Tão bom começar o dia assim!

Ontem quase perco minha aula de hidro. A bendita menstruação q tinha sumido, resolveu gotejar, q nervoso! Mas, a tarde já tinha praticamente acabado, coloquei proteçãozinha e fui pra piscina. Tava um calor tão grande! Q mesmo dentro da água suavamos de tanto calor.
Saí de lá realizada, feliz por retomar uma atividade tão gostosa de se fazer. E olha q antes eu não via com bons olhos a hidroginastica. Tenho pavor de água e tinha a impressão de q era perca de tempo. Mas não é.
Tem me ajudado muito, principalmente com relação ao sono.
O melhor é encontrar alguém conhecido por lá, dá mais ânimo de continuar.
Hoje farei caminhada com a minha mãe. Apesar de toda a fumaça, eu me esforço porque tenho sido a injeção de ânimo q minha mãe precisa pra fazer atividades físicas.
Tem dia q dá preguiça e me sinto extremamente tentada a não ir. Mas me lembro do rostinho de animação de minha mãe e vou. Não custa nada, ela já fez tanto por mim. E faço isso com amor!

Senhor meu coração, bate pela tua presença. O meu vazio só é preenchido pela Tua perfeição

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

É tão ruim não ter internet em casa.
To tentando convencer o marido a providenciar logo, mas como não sabemos se ficaremos na casa q moramos, não é viável colocar internet agora.
Na ultima consulta reclamei pro médico q estou ansiosa demais, e por conta disso estou comendo mais e engordando. Então ele disse q não me passaria um remédio para controlar a ansiedade, afinal estou tentando engravidar, e aí me pediu pra fazer exercícios físicos. Eu havia voltado a caminhar, mas aqui tá um poeirão, um fumaceiro louco! Tem dia q não dá coragem de sair porque tem fumaça demais. Então decidi voltar pra hidroginástica e intercalar a caminhada. Quando estava pronta pra voltar a atividade me lembrei da bendita menstruação. O jeito foi esperar. E ela veio com força total, me deixando num mal humor louco!
Graças a Deus ela acabou ontem, e hj volto pra piscina. Confesso: sinto uma preguiça looouca! Mas preciso ser forte e enfrentar. Já comecei uma dieta e seja o q Deus quiser.
Mas antes, tive problemas com o marido q não concorda com essa minha 'neura'. Só q minhas roupas não estão entrando mais em mim!!! Então ele me perguntou: de q adianta emagrecer agora e engordar dentro de dois, três meses?
Ora, o peso q eu mandar pro ralo agora será lucro!
Homens! Nunca entendem a gente! hehehehehe

No mais está tudo bem. Me sinto ansiosa sim, tenho consciencia de q preciso desligar do assunto maternidade e deixar acontecer. Tá complicado, mas estou me esforçando. Afinal é minha sanidade q está em jogo!

E q Deus nos abençoe.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Estou viva... e ansiosa

Tenho vivido momentos de grande ansiedade e expectativa.
Dia 23/08 fui ao médico, estava sonhando com a consulta... mas saí de lá arrasada!
Decidi voltar no meu gineco, aqui mesmo em Rolim, e ele me deixou com medo. Primeiro ele condenou o tipo de aborto realizado pelo outro médico. Não foi feito a curetagem, apenas tomei um remédio q, segundo ele, não é mais indicado, só se usa em ultimo caso. Ele disse q deveria ter feito uma biopsia no embrião pra saber se não era uma doença de nome esquisito e q afeta a fertilidade. Ele fez a coleta para o preventivo e disse q estava tudo bem com meu colo do útero. E quando eu disse q o outro médico suspeitou de útero bicorno, ele disse q poderia ser esse o motivo do aborto. Enfim, fiquei assustada com tudo.
Ele pediu um teste de gravidez pra descartar a possibilidade da tal doença de nome esquisito. Segundo ele, se eu tivesse a doença o teste daria positivo mesmo eu não estando gravida. Fiz por fazer, pra ele ver e crer q não sofro disso.
Na mesma semana fiz a ecografia. Ele marcou para o dia da minha ovulação. Cheguei no hospital com tanto medo e pedindo a Deus pra mostrar q está tudo bem.
E Papai do Céu me atendeu. Meu útero não tem anomalia!!! Está normal, endometrio normal e estou ovulando normal! Graças a Deus!!! Até chorei de alegria. Afinal me tirou um peso das costas.

Agora foi aberta a temporada de tentar uma nova gestação. Estou feliz e ao mesmo tempo apreensiva. Acho q só desarmarei mesmo, depois q tiver um filho nos braços.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Bem que poderia ser...

Essa semana levei um sustinho básico. Minha menstruação atrasou dois dias. Além do atraso, sentia fome e muito sono, vontade grande de xixi e um 'pesinho' na barriga. Isso tudo me fez levantar a hipótese de uma gravidez.
Fiquei assustada e ao mesmo tempo feliz com a possibilidade. Ontem decidi fazer o teste. Meu marido foi comigo e se prontificou em buscar o resultado ao meio dia. E aí a ansiedade me invadiu! Não conseguia pensar em mais nada. E, a cada hora q passava, sentia um mega frio na barriga. Eu tinha certeza q seria um POSITIVO. Porém, meu subconsciente me avisava pra ir devagar, poderia ser alarme falso. Tentei me distrair, mas não conseguia. Deu meio dia... meio dia e meio.... e nada de meu marido ligar pra falar o resultado. Mandei uma mensagem no celular pra 'lembra-lo' de buscar o teste. Dez para uma da tarde ele liga. Meu coração disparou, as pernas amoleceram... mal disse alô e ele tascou: NEGATIVO.
Puuuuuuuutz!!! Na traaaaveeee!!!
Senti um 'soco' no estomago. Só consegui dizer 'ah tá, tudo bem'.
Tudo bem P**** nenhuma! Tanta expectativa pra nada!!?? Aaaffff!!!

Depois entendi q foi melhor assim. Melhor passar no médico antes e saber se tá tudo bem. Mas decidi q não tomo mais a porcaria do remédio. Engordei 2 quilos em um mês por causa daquela porcaria. Q raiva!!!!

A noite, a bendita menstruação resolveu dar as caras. E veio pra arrebentar. E com ela veio também a enxaqueca. Afff!!! Penso q foi por conta da emoção. hehehehe
E hj, cóóóólica! Ô dia!!!

Agora está tuuudo nas mãos de Deus. Se ele achar q mereço....

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Em recuperação

Primeiro foi a gripe q me pegou e não quer largar (uma das mais fortes q já tive!), agora é crise alérgica... eu mereço!
Nem sarei e já estou com alergia a poeira. Tosse q não acaba mais, principalmente de madrugada.
Por conta disso enchi as fuças de remédios: analgésicos+antitérmicos, antibiótico pra garganta, chá pra alergia, charope e pastilhas pra alergia e vitamina C. Não sei onde vou parar com isso. Meu medo é q isso me deixe ainda pior, porque virou uma verdadeira salada de remédios! Afff!!! Some-se a isso o anticoncepcional!
Agora, não sei se estou neurótica, acho q isso tudo afetou meu organismo de um modo nada legal. Ando com uma megaaa fome q chega a doer o estomago, levantando de madrugada pra fazer xixi (e isso não é comum, eu sempre deito e durmo até o outro dia diretão) e uma azia infeliz!
Será isso efeito do antibiótico??? Deveria ir no médico, mas me estresso só de pensar!

Ontem foi meu retorno ao trabalho. Finalmente estou livre do FUNDEB. Não aguentava mais e fui franca com meu chefe. Pedi encarecidamente q deixasse outra pessoa assumir pra evitar q eu cometa erros. Ando tendo pavor desse assunto. Pra ajudar minha mesa de trabalho e documentos foram parar num canto de uma sala qualquer e estão cobeeertos de poeira. Aí nem consigo mexer porque passo mal. Até agora não sei o q farei, onde serei lotada... estou meio a Deus dará. Mas ao contrário do q muita gente imagina, eu to feliz assim. É melhor do q a pressão q eu vivia antes. Não serei demitida porque sou funcionária pública efetiva, estou lá há 9 anos. hehehehe

Agora é aguardar e confiar q tudo vai se ajeitar.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

De volta ao peirão, hehehe

Foi uma viagem bacana, apesar de ter ficado doente por lá... 3 dias de cama, num febrão daqueles!
Muito frio, chuva, mas sobrevivi. Não deu pra fazer tudo o q eu queria... fica pra próxima, fazer o q?!
O avião foi um desafio e tanto, mas gostei... muuuuito melhor do q ônibus.

Agora, to enrolada... gripei novamente! Garganta meeega infeccionada, não teve outro jeito, entrei nos antibióticos. Há três meses q minha garganta incomoda, e dessa vez foi de arrancar pica-pau do oco! Afff!!!

E hj faz três meses q meu anjo se foi... Essa semana eu completaria 5 meses de gestação e saberia o sexo... Deus sabe o q sofri, mas pra honra e glória estou aqui de pé, pronta pra recomeçar. Já estou de alta pra uma nova gravidez, porém meu marido continua irredutível! Não quer saber de gravidez por agora... o jeito é esperar ele se desarmar. Me aconselharam a parar o anticoncepcional sem falar nada pra ele, mas não tenho coragem. Essa é uma decisão para se tomar juntos. Está tudo nas mãos de Deus, e eu creio q Ele fará o q for melhor pra nós dois.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Tá difícil!

To passando por um momento bem conturbado. Não vale a pena falar o q é, só sei q sofro demais da conta!

Domingo viajo pra São Paulo com minha mãe.... vou 'gelar' a cabeça, to precisando....

Volto a escrever quando estiver melhor....

domingo, 20 de junho de 2010

O q está acontecendo comigo?

Há dias q não me sinto bem. Tem dia q passo enjoada, em outros passo mal após as refeições. Comer tem sido um martírio pra mim, porque é certeza q ficarei mal... estômago revirado e vontade de vomitar.
Gravidez não pode ser porque to tomando anticoncepcional. E se não é isso o q será?
Estou prestes a menstruar e com um humor de fazer medo! Me sinto incomodada, nenhum lugar tá bom. Quero dormir o dia todo, outra hora quero sair andando. Q diaxo é isso meu Deus?
Médico? To de saco cheeeio disso! Então o jeito é esperar pra ver se isso passa!

E q Deus me ajude!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Hidroginastica

Eu devo admitir q fazer hidro é muito bom!
Apesar de ser uma das pouquíssimas pessoas jovens no grupo, me sinto a vontade quando estou na piscina. Estou começando a confiar mais na água, nos primeiros dias eu não conseguia me equilibrar direito de tanto medo!
Lá eu extravaso o estresse do dia-a-dia.

Agora recomendo a todos! kkkkk

Acho q to ficando doente.... estomago ruim, moleza, fadiga, tontura... afff, ninguém merece!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Viva

Há dias não posto...
Passei por momentos conturbados, discussões com marido por bobagens, mas q renderam mágoas e alguns dias de cara amarrada.
Só q Deus é maior e já estamos em paz novamente.
Dentro de menos de um mês viajarei, visitarei minha avó. Será muito bom sair um pouco, rever a família e respirar outros ares.
Com relação a perca, já estou beeem recuperada emocionalmente. Fui visitar minha amiga q está grávida, e saí de lá me sentindo outra! Estou amando essa fase dela, amando nossa princesinha q chegará em outubro. Senti q jamais esquecerei o q se passou comigo, mas aquela dor insuportável já não se faz mais presente em minha vida, graças a Deus.
Meu marido já pensa numa nova gravidez, afinal ando me sentindo muito bem e não me entristeço quando vejo gravidas. Falo do assunto com naturalidade e esperança, isso tem dado confiança a ele.
Aos poucos minha vida está voltando ao normal, e sou muitíssimo grata a Deus por tudo isso.
Quem sabe em pouco tempo venho aqui postar q vem neném, né!?

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Passando...

... pra registrar q estou num momento de pequenina turbulencia, porém não vem ao caso detalhar aqui. Cheeega de baixo astral!

Deus é maior!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Engravidar ou não, eis a questão...

Há dias me sinto tão bem q até passei a cogitar uma nova gravidez em dois meses. Estava empolgada com isso. Com a vinda da menstruação veio a rotina de tomar anticoncepcional. Até achei um desperdício tomar por tão pouco tempo, mas me deixei levar pela razão e voltei a tomar os benditos comprimidos.
Hoje pela manhã, fui toda feliz brincar com meu marido dizendo q logo teremos nosso bebê, mas ele acabou com minha animação! Disse q é melhor esperar mais porque ele se assustou com minha reação diante da perca, q tem medo de passar por isso novamente... e q devemos viajar e passear pra aproveitar o casamento....
Seria uma idéia maravilhosa não fosse por um detalhe: não passam de promessas!
Desde o nosso namoro é assim, promessas... nem lua de mel tivemos... isso me entristeceu.
Não quero ser injusta, mas há muito tempo ele só tem tempo pro trabalho... quando tem folga é pra passar com as filhas dele... então não temos tempo pra nós dois... e não me sinto no direito de exigir. Tenho medo de de repente ele entender q quero atropelar as filhas dele, e não é isso q eu quero.
Ao mesmo tempo penso se é viável um filho estando ele nessas condições...
Meu Deus, como to confusa!

Estou agora torcendo pra ter uma luz e decidir q caminho seguir....

sábado, 29 de maio de 2010

Vida nova

E finalmente a menstruação desceu!!!
To muito feliz, dá pra acreditar?! kkkkk
É q não aguentava mais essa espera, a irritação por conta da tpm. E to feliz também por saber q meu corpo voltou ao normal. Q de agora em diante minha vida vai mudar. Não importa quando engravidarei, o importante é eu me sentir bem, com saúde e feliz. E estou assim.
Não desisti da maternidade, apenas deixei nas mãos do Grande Pai. Se ele achar q mereço, não importa os problemas, eu serei mãe. Isso é o fantástico da vida!
Estou feliz, também, porque me reconciliei com Deus e sei q de agora em diante será tudo novo e diferente. Aprendi muita coisa nesses momentos difíceis. Principalmente não abandonar minha fé, porque sem Deus nada sou.

Quando estava voltando a me sentir bem, conversei com uma amiga q me disse o seguinte: Qdo o Senhor vier arrebatar os seus, os anjos entregarão às mães os seus bebezinhos q foram morar com Deus.
Isso encheu meu coração de alegria e esperança. Daquele em diante não senti mais aquela dor lancinante da perca, nem fico desejando o bebê q se foi, porque sei q está com Deus e é melhor assim.

Então, agora é vida nova!!

terça-feira, 25 de maio de 2010

Voltando a ativa

Fiquei alguns dias sem escrever porque estava tentando me recuperar de um baixo astral q me pegou. Fiquei mal mesmo! Revoltada com a vida e até com Deus! E me arrependo muitíssimo por isso. Afinal ele sabe de todas as coisas, sabe porque eu perdi esse bebê. Só me resta aceitar e confiar nEle. E foi o q decidi fazer. Claro q antes pedi muito perdão a Deus. E, confesso, q ando receosa porque fui dura demais com Ele. As vezes acho q até não mereço o perdão do Pai.

Mas hoje, estou bem melhor, mais animada, mais feliz e não sinto mais raiva quando vejo as grávidas e os bebezinhos. Só não consegui visitar a minha melhor amiga q também está grávida, no quinto mês. Mas sou persistente e tenho certeza q vou superar esse mal momento. Eu sei q a vida me reserva muita coisa boa e sou muito grata a Deus por tudo o q Ele me deu!

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Palavras... apenas...

É estranha a vida...
Ou eu é q sou estranha! Não aguento mais esses altos e baixos de humor. Tem hora q to bem e tem hora q me acaaabo de chorar. Não quero mais viver assim, não quero mais pensar no q perdi.

Hoje seria nossa primeira ultrassom, e foi a ultrassom de minha melhor amiga... seria assim: ela ia sair da sala de ultra e eu entraria... como me doeu!
O bebezinho dela é menina...

Uma parte minha está mega feliz por ela... mas outra parte está despedaçada. Chorei muito hj e me senti sem esperanças...

Decidi não mais pedir a Deus um bebê... se devo aceitar as decisões dele, então melhor não pedir nada e assim não me frustrar...

Estou errada, pode ser, mas no momento é isso q sinto....

domingo, 16 de maio de 2010

Voltanto a rotina de menstruar

Quando a gente não pretende engravidar, a vinda da menstruação é super abençoada. Já quando a gente quer engravidar, torce para q ela falhe. Mas quando se perde um bebê, a chegada da menstruação nos deixa tristes... porque eu estava preparada para não menstruar até novembro. Porém Deus decidiu adiantar... o motivo eu não sei, mas Ele sabe o q é melhor.
Com a volta da menstruação veio também a famosa e temida TPM!
Pai eterno! Eu havia me esquecido como isso é chato!
To insuportável, o humor está mega instável e quem sofre com isso são as pessoas q estão mais próximas. Nesses dias sinto necessidade de me recolher pra não agredir quem não merece. Mas nem sempre marido entende e fica o tempo todo questionando, e isso me deixa ainda mais nervosa. Não vejo a hora de a dita cuja chegar pra meu humor melhorar.

Ontem li alguns relatos no blog Perdi meu Bebê e me emocionei. Alguns são muito tristes e a gente percebe o quanto essas mães precisam de ajuda, de apoio. Outros me deixaram com esperanças, são histórias de vitória. E aí senti minhas esperanças renovadas.

E hoje pela manhã ouvi uma história de força de vontade e coragem. Minha depiladora descobriu q está com câncer de mama, e desde novembro de 2009 ela está no Paraná fazendo tratameno. Lá descobriu q o cancer é o mais agressivo q tem, se espalha rápido e ela teve sorte por descobrir ainda no começo. Porém teve q fazer cirurgia, pois a radioterapia não fazia efeito esperado. Ela encarou tudo com muita vontade de superar e viver. Hoje faz caminhadas (caminha 8 quilometros por dia), entrou numa academia pra perder peso e se recuperar melhor. Até os médicos estão surpresos com a vontade de viver q ela tem. Disseram q muitas pessoas morrem por entrar em depressão. Os remédios para depressão interferem no tratamento e as fazem morrerem mais depressa. Como essa mulher tem fé e força de vontade, ela não se deixou abalar e está se recuperando bem. Ainda esse mês ela deve retornar para a nossa cidade, e já disse q não ver a hora de voltar ao trabalho!
Então pensei: o caso dela é pior q o meu, então por que deprimir?
O q não tem remédio, remediado está! E eu decidi viver por mim e ser feliz com o q tenho. Graças a Deus tenho um marido maravilhoso q me apóia, uma família amorosa e amigos atenciosos. O q mais posso querer?
Claro q um filho me deixará extremamente feliz, mas enquanto ele não chega posso ser feliz com o q tenho.

Então se alguém me perguntar o q decidi fazer a reposta é: VIVER E NÃO TER A VERGONHA DE SER FELIZ. PORQUE A VIDA É BONITA!

sábado, 15 de maio de 2010

Enfim, fim de semana!

Essa semana foi especialmente longa pra mim. Não sei explicar o por que, mas alternei momentos de animação com momentos de desanimo total com direito a choro.
Já havia dias q não chorava, mas na quinta-feira fui a igreja cumprir uma promessa q fiz no dia q descobri q estava gravida: dedicar uma missa em ação de graças ao meu filho. Por conta dos atropelos q passei, não consegui fazer isso em tempo. Mas estava disposta a cumprir; afinal a promessa eu fiz antes de chegar ao laboratório e pegar o resultado do exame. Me lembro q tava tão nervosa q mal acreditei quando vi o POSITIVO. Passei dias olhando aquele exame!
Enfim, cheguei a igreja, coloquei minha dedicatória na cestinha de ação de graças e me sentei. E aí veio a provação: várias mulheres com bebezinhos e algumas grávidas. Aí não me contive e chorei quase a missa inteira! Eu sei q preciso ser forte e pensar positivo, mas as vezes é tão difícil...
Nesses momentos tento pensar q já se passaram quase um mês, e q em dois meses posso arriscar novamente.

Mas antes disso preciso ir ao médico. Meu marido sismou q estou com sintomas de problemas cardíacos. Acha q preciso ir num cardiologista antes de engravidar. Tudo porque comecei a roncar e tive uma crise de riso q me fez perder o fôlego e quase morri! Sorte q ele estava perto e conseguiu me ajudar. É bizarro isso e ao mesmo tempo preocupante. Minha mãe acha q isso é por conta desses dias turbulentos q passei, e até concordo com ela. Mas pra deixar marido tranquilo eu decidi procurar o médico.

E ontem foi o último capítulo da novela Viver a Vida. Assisti na casa da minha prima. Fui pra lá pra ajuda-la a fazer pão de coco e acabei ficando por lá até tarde. Voltando ao assunto da novela, me doeu ver as grávidas... e doeu mais ainda ver a cena da Luciana fazendo ultrassom... me fez lembrar a minha triste experiencia... quase chorei! Por sorte minha mãe e minha prima estavam perto e me sacudiram pra voltar a realidade e levantar a cabeça.
É bobagem isso, mas inevitável de se sentir. Me senti uma boba...

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Perder um bebê é...

PERDER UM BEBÊ..
É como acordar e ver que tudo não passou de um sonho;
É como voltar de marcha-ré,todo o caminho já percorrido;
É voltar a ser pessoas comum depois de um tempo nos se sentindo especial;
É ter que esperar passar o tempo para se sentir melhor;
É sentir que tudo ficou sem graça;
É saber que isso acontece,com muitas pessoas,mas não sentir alivio por não estar sozinha!e é péssimo!
É sentir solidão porque já havia se acostumado em senti-lo e vê-lo todos os dias;
É procurar a causa da perda mesmo sabendo que não dá para encontrar;
É alternar fases de não querer mais engravidar e outras de desejar conceber imediatamente;
É ter acreditado que conosco não aconteceria esse imprevisto e perceber que essa sensação de proteção é falsa;
É conhecer pessoas,que engravidaram na mesma época e observar seus bebês no colo,e o seu não estar mais ali;
É sofrer sozinha,e sozinho, apesar do apoio da família e dos amigos;
É ter que encarar a sensação de incompetência;
É exercitar a paciência para esperar o que o futuro está guardando;
É sorrir,mas o coração esta em pedaços,e ter que caminhar com uma saudade infinita no peito.

*Encontrei esse texto no orkut de uma mulher q perdeu dois bebezinhos. Um se foi na 29ª semana de gestação, em 2008, o outro se foi na 5ª semana, em março de 2010.
Tem q ser muuuito forte pra superar percas assim.

Há dias q não venho postar, mas devo dizer q tenho alternado dias de alegrias com dias de baixo astral. Tem dias q tento entender e aceitar, vejo tudo com clareza e me encho de esperança. Mas aí, no dia seguinte, bate tristeza e um sentimento de impotencia. Me pergunto quando isso vai acabar. Dia 24 fará trinta dias q tudo perdeu o brilho. Por um lado vejo q o tempo tem passado rápido e q parece ser meu aliado. Por outro parece q tudo está devagar e sem sentido. Tenho medo do q me aguardo no futuro. Mesmo todos me dizendo q terei sucesso eu ainda tenho dúvidas. Será isso normal?

Eu espero q sim.


Hoje minha luta é pra perder peso. E estou na esperança de conseguir perder pelo menos 6 quilos até engravidar novamente.
E q Deus me ajude!

sexta-feira, 7 de maio de 2010

15 dias já!!!

Hoje fazem quinze dias q meu anjo me avisou de sua partida... o tempo tem passado mais rápido do q eu imaginei, e agradeço a Deus por isso.
Esse fim de semana será meu primeiro dia das mães e sem filhote... mas sou forte e superarei!

terça-feira, 4 de maio de 2010

Tá tudo bem, tá tudo certo!

E aí q Deus ouviu minhas orações e me fez ouvir a mais bela frase ontem: 'vc não tem problema algum, pode engravidar novamente em 3 meses.'
Saí do consultório com um sorriso largo e o coração extremamente agradecido!
É bom demais ter as esperanças renovadas e sentir q se pode, e deve, confiar cegamente em Deus, porque Ele tem sempre o melhor pra nós.

Segundo o médico, o fato de ter sido um aborto induzido por remédios e não ter feito a tal curetagem (q me arrepia só de pensar), faz com q meu útero se recupere muito mais rápido. Só precisarei fazer uma nova ultrassom em julho pra saber se meu útero é mesmo bicorno. Pelo q o médico me disse ontem, se for é bem leve e isso não me impede de engravidar e ter sucesso. O q aconteceu é q meu bebezinho tinha má formação e não resistiu, acabou morrendo... essa é a tal seleção da mãe natureza. Pode parecer loucura, mas ouvir isso me deixou mais feliz. Afinal eu vi q não é culpa minha. Q estava sofrendo a toa... Ah, mas quem já esteve grávida sabe o quanto os hormônios deixam a gente doida e sensível.

Agora é só controlar a ansiedade e viver um dia de cada vez, porque sei q minha hora chegará e estou orando pra q eu tenha sucesso e realize meu sonho de maternidade.

Quanto ao restante, vida normal daqui pra frente. Nada de 'resguardo' ou coisa do gênero. Só não voltarei ao meu trabalho, vou usufruir minha licença prêmio pra mudar minha vida e investir em outros projetos. A partir dessa semana trabalharei na empresa do meu marido só pra não ficar totalmente parada. Pelo menos será uma coisa diferente, uma quebra na minha rotina, afinal são quase dez anos sendo funcionária pública municiapal. Sem contar q meu nível de estresse já estava um tanto alto.

Avaliando esses ultimos dias, compreendi q foi necessário passar por tudo isso para aprender a lidar melhor com a perca e dar uma guinada na minha vida. Eu estava totalmente acomodada e reclamando da rotina estressante q eu levava. De agora em diante olharei pra minha vida profissional e pessoal com outros olhos. Estou valorizando mais as pequenas coisas q vivo. De certa forma estou despertanto e sentindo vontade de viver algo novo.

Eu te agradeço, meu Deus, por continuar viva e por poder aprender, mesmo durante os momentos de dor!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Um dia após o outro

Decidi viver assim: um dia de cada vez! Sempre fui ansiosa, e controlar essa ansiedade passou a ser um belo desafio.
Não sinto raiva da vida, do mundo... o q não tem remédio, remediado está! Minha dor ficará aqui guardadinha, mas não será o motivo pra deixar de viver. Como dizia o grande poeta: a dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.

Sou cristã, tenho fé e faço orações... então decidi prestar mais atenção na oração q o Senhor nos ensinou: '...seja feita a VOSSA vontade...'
Se peço isso na oração, não faz sentido me revoltar com Deus. Devo aceitar a vontade dele. Como me disse uma amiga outro dia, talvez Ele tenha dado um belo livramento e eu fico chorando e lamentando. Vai saber o q me esperava lá adiante.

Tenho ouvido várias histórias de mulheres q passaram pela mesma experiencia q eu. Algumas perderam seus bebês no fim da gestação e até hj não sabem o porque. Então imaginei q a dor é ainda maior. Afinal fizeram enxoval, sabiam o sexo e tinham até escolhido o nome.

Hoje estou mais tranquila e feliz por estar viva, por ter uma família maravilhosa, um marido presente, compreensivo e carinhoso. Devo ser grata a isso e não ficar lamentando minhas percas. Afinal a vida é feita disso: hora se ganha, hora se perde.
Eu sei q terei algumas recaídas, afinal sou humana e não estou livre disso. Mas cabe a mim lutar com todas as minhas forças e ser feliz. Cabe a mim fazer a diferença e ter fé em dias melhores. Mesmo porque pra Deus nada é impossível!

E hoje vou ao médico!!! Estou bastante esperançosa! Não sinto dores e nem tenho sangramentos. Acho q tudo saiu como devia ser.

Decidi retomar minha vida e parar de lamentar. Hora de organizar a vida!!

domingo, 2 de maio de 2010

Não era pra ser um domingo qualquer

Hoje faz exatamente oito dias q meu anjinho deixou meu ventre... sinto uma tristeza muito grande, mas ao mesmo tempo me sinto feliz porque os dias estão passando rápido, do jeito q eu queria.
Fico feliz por saber q amanhã não trabalharei, estou de licença prêmio e ficarei em casa durante três meses. O alívio é porque não terei q enfrentar o interrogatório do povo q quer saber o q aconteceu. E cada vez q faço isso me dói ainda mais.

Estou ansiosa porque a consulta é amanhã. Não vejo a hora de entrar no consultório do médico e enche-lo de perguntas.

E amanhã é aniversário de minha mãe e faremos a comemoração hoje. Eu devia estar super empolgada com isso, mas não... estou apática e chateada por me sentir assim.

Até quando me sentirei assim?

sábado, 1 de maio de 2010

Pensando...

Não sei se todo mundo é assim, mas quando tenho um problema ficou louca caçando informações na internet. Volta e meia me pego lendo depoimentos de mulheres q passaram pelo mesmo dilema q eu... algumas vezes me encho de esperanças, mas hj me entristeci. Quanta energia negativa o povo consegue passar via textos, aff! Li histórias tão tristes q quase chorei. Mas aí pensei: não preciso disso! Minha dor é grande mas passará. E a esperança sempre existirá em meu peito.
Fechei a página e vim escrever. Afinal isso me alivia bastante.

Ontem liguei no hospital pra falar com meu médico mas ele não pode me atender. Porém, a assistente dele me disse q eu poderia retornar quando eu quisesse. Não pensei duas vezes e marquei pra segunda a tarde. Marido irá comigo. Vou encher o doutor de perguntas! kkk Preciso matar esses grilos q tanto me azucrinam. Não sei explicar o porquê, mas estou cheeeia de esperanças e animação. Será Deus me tocando e mostrando q há saída, q realizarei meu sonho?
Tomara q sim!

Afinal minha vida está nas mãos dEle!!!

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Os dias passam devagar...

O tempo é o grande senhor... é ele quem cura as feridas e nutre esperanças. Desde q perdi meu bebezinho, vivo sonhando com o dia em q essa dor será apenas saudade de um serzinho q ficou pouco tempo em meu ventre.
Há dias em q me sinto esperançosa, com vontade de lutar e tentar novamente a maternidade. Porém há dias em q só sinto vontade de chorar. Ontem foi um dia assim. Acordei deprimida, silenciosa... não levou muito tempo para q as lágrimas rolassem sem controle. Meu marido e minha mãe apavorados sem saber o q fazer para me animar novamente. Em meio as tentativas, meu marido acabou me dizendo palavras q me deixaram ainda pior. Me fez sentir culpada e magoada, porque entendi q ele me via como culpada pela perca. Fiquei mal o dia todo...
A tristeza e mágoa foi tamanha q não conseguia falar com ele, olhar pra ele. Em apenas dois meses de casamento, me vi numa situação comum a casais q estão há anos juntos. Isso me doeu demais.

A noite, já sem saber o q fazer, ele me chamou pra conversar e me disse q o entendi errado, q ele não sabe mais o q fazer pra me ajudar, q se sente impotente vendo a esposa dele, a mulher q ele ama, tão triste assim. E eu, em meio as lágrimas novamente, disse q ele não poderia fazer nada, q só o tempo me curaria. Conversamos muuuito tempo e vi q os olhos dele se encheram de lágrimas. Isso me doeu ainda mais.

E aí pensei: será essa a nossa primeira grande prova? Será um teste para sabermos o quanto precisamos um do outro e o quanto nosso amor é grande?
Ainda não sei exatamente a resposta. Só sei q desejo, do fundo de minha alma, q essa tempestade passe, q eu possa ver a luz e q o médico me diga q posso sim ser mãe. Q essa perca foi apenas a mãe natureza fazendo sua 'seleção'. Como desejo isso meu Deus!

Ainda há um clima estranho entre a gente. Chega a incomodar. Mas sei q somos fortes o suficiente para vencer mais essa batalha.

E q Deus esteja sempre conosco!

terça-feira, 27 de abril de 2010

O início

Eu criei o blog com a intenção de relatar meu dia-a-dia de casada... mas aí, com o tempo, vi q isso não ia dar certo. Porque nem sempre me acerto com as palavras.
Geralmente penso em postar alguma coisa interessante, mas aí me enrolo com as idéias e acabo escrevendo algo nada a ver. Então desisti.

Porém... agora vivo um momento diferente e difícil. Há um mês atrás descobri q estava gravida. Nossa, foi uma felicidade imensurável! Eu vivia dias de alegrias sem fim e ansiedade. Afinal queria ver meu filhote na ultrassom e sair da área de grande risco q é o primeiro trimestre. Eu estava contando os dias, as semanas!
Mas aí veio a fatalidade... há 3 dias atrás descobri q meu bebezinho estava morto. E aí começou meu sofrimento. A indução ao aborto, as cólicas fortes e a tristeza q parece me engolir. Choro todos os dias, principalmente na hora de dormir. Tento entender o q houve, mas só com o tempo saberei... fico imaginando o q eu tenho, acho q o problema é comigo....
Me lembro perfeitamente do médico dizer q pela imagem da ultra eu devo ter o útero bicorno. Quando cheguei em casa corri para a internet, queria entender o q é isso, mas meu marido e minha mãe me proibiram de investigar. Pediram pra q eu tenha paciencia e espere os três meses q o médico pediu, para então ver se meu útero é mesmo bicorno e se poderei ser mãe. A princípio o médico me garantiu q nada me impedi, mas esse pré-diagnóstico me tirou o sono.

Fico feliz em ter amigos maravilhosos q me aconselham e me passam energias positivas. Sou feliz porque tenho uma família amorosa e um marido compreensivo. Não sei o q seria de mim sem eles...
Acho q não suportaria passar por essa dor sozinha...

Essa é uma dor q não desejo pra ninguém...