domingo, 2 de maio de 2010

Não era pra ser um domingo qualquer

Hoje faz exatamente oito dias q meu anjinho deixou meu ventre... sinto uma tristeza muito grande, mas ao mesmo tempo me sinto feliz porque os dias estão passando rápido, do jeito q eu queria.
Fico feliz por saber q amanhã não trabalharei, estou de licença prêmio e ficarei em casa durante três meses. O alívio é porque não terei q enfrentar o interrogatório do povo q quer saber o q aconteceu. E cada vez q faço isso me dói ainda mais.

Estou ansiosa porque a consulta é amanhã. Não vejo a hora de entrar no consultório do médico e enche-lo de perguntas.

E amanhã é aniversário de minha mãe e faremos a comemoração hoje. Eu devia estar super empolgada com isso, mas não... estou apática e chateada por me sentir assim.

Até quando me sentirei assim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário