sábado, 15 de maio de 2010

Enfim, fim de semana!

Essa semana foi especialmente longa pra mim. Não sei explicar o por que, mas alternei momentos de animação com momentos de desanimo total com direito a choro.
Já havia dias q não chorava, mas na quinta-feira fui a igreja cumprir uma promessa q fiz no dia q descobri q estava gravida: dedicar uma missa em ação de graças ao meu filho. Por conta dos atropelos q passei, não consegui fazer isso em tempo. Mas estava disposta a cumprir; afinal a promessa eu fiz antes de chegar ao laboratório e pegar o resultado do exame. Me lembro q tava tão nervosa q mal acreditei quando vi o POSITIVO. Passei dias olhando aquele exame!
Enfim, cheguei a igreja, coloquei minha dedicatória na cestinha de ação de graças e me sentei. E aí veio a provação: várias mulheres com bebezinhos e algumas grávidas. Aí não me contive e chorei quase a missa inteira! Eu sei q preciso ser forte e pensar positivo, mas as vezes é tão difícil...
Nesses momentos tento pensar q já se passaram quase um mês, e q em dois meses posso arriscar novamente.

Mas antes disso preciso ir ao médico. Meu marido sismou q estou com sintomas de problemas cardíacos. Acha q preciso ir num cardiologista antes de engravidar. Tudo porque comecei a roncar e tive uma crise de riso q me fez perder o fôlego e quase morri! Sorte q ele estava perto e conseguiu me ajudar. É bizarro isso e ao mesmo tempo preocupante. Minha mãe acha q isso é por conta desses dias turbulentos q passei, e até concordo com ela. Mas pra deixar marido tranquilo eu decidi procurar o médico.

E ontem foi o último capítulo da novela Viver a Vida. Assisti na casa da minha prima. Fui pra lá pra ajuda-la a fazer pão de coco e acabei ficando por lá até tarde. Voltando ao assunto da novela, me doeu ver as grávidas... e doeu mais ainda ver a cena da Luciana fazendo ultrassom... me fez lembrar a minha triste experiencia... quase chorei! Por sorte minha mãe e minha prima estavam perto e me sacudiram pra voltar a realidade e levantar a cabeça.
É bobagem isso, mas inevitável de se sentir. Me senti uma boba...

Nenhum comentário:

Postar um comentário